PINUS RADIATA

 

Pinus_radiata

Nome botânico: Pinus radiata D.Don Sinônimo: Pinus insignis Dougl.ex Loud. Pinus californica Loisel.

Nome vulgar: Pinheiro Monterrey. Família: Pinaceae.

 

Distribuição original: Estados Unidos da América, na costa do estado Califórnia ao lado da Baia de Monterey, num altitude acima do mar de 300 até 1200 métros, e também mais para o Sul na Ilha Mexicana de Guadalupe. A precipitação média anual ali é de 400-500 mm, com uma alta humidade do ar.

 

Descrição: Conífera de 10-30 m de altura. Casca cinzenta-escura, gretada. Copa densa, às vezes, irregular. Ramos estendidos; râmulos delgados.

 

Folhagem: Folhas em feixes de 3, raramente mais, com 8-16 cm de comprimento, em forma de agulhas verde-oscuras, contendo uma face plana e outra convexa. Bainhas persistentes, aneladas, com 5-10 mm de comprimento, às vezes, maiores.

 

Flores: Gemas ovóides. Amentos masculinos de cor amarelada.

 

Frutos: Cones novos mucronados, purpúreos. Cones plenamente desenvolvidos ovóides, em grupos de 3-5, alargando-se bastante quando abertos, algo assimétricos,de 10-30 cm de comprimento, sésseis, pendentes, muito persistentes sobre os ramos, cerrados. Escamas com cerca de 3 cm de comprimento e de 1.7 cm de largura; apófise ligeiramente saliente, cúspide terminada em pequeno espinho caduco.

 

Sementes: Sementes negras, com cerca de 5 mm de comprimento, elipsoideas, aladas; asas estriadas, oblongas, com um lado mais ou menos recto, com cerca de 2 cm de comprimento. Um kg 33'000-50'000 sementes, que podem ser armazenadas no ambiente frio e seco em vasilhas herméticas por vários anos.

Não precizam pré-tratamento antes de ser plantado directamento em sacos plásticos. Terriço precisa micorrizas. Germinação é rápida e uniforme. Plântulas prontas para plantar depois 4-6 meses no Planalto Leste. Plantar a raiz-nua é possível na zona bioclimatológica húmida.

 

Uso económico: A madeira é fácil de trabalhar, serrar e preservar; tem um peso especifíco de 0.38-0.50, é apta para construções em geral e para caixas. Os troncos são usados para postes de construcção, transmissão e de cercas. Madeira usável para polpa de papel, contraplaca e enchapadas. também para lenha (20'469 kJ/kg).

 

Observações: Esta espécie não tolera frios intensos. Vai bem em solos argilo-silicosos, frescos e bem drenados. Em condições favoráveis, o crescimento é rapido, razão porque tem uma importância silvícola considerável.

Esta espécie foi introduzida no Planalto Leste no ano de 1954 no Núcleo de Pêro Dias e de Mesa. Foi plantada em plantações desde 1958 no Núcleo de Pico da Cruz, Ribeirão Fundo e Água das Caldeiras. Hoje dia existem plantações adultas em Veredas, Pedra Rachada, Chã de Langer e Gudo Carrosco. O crescimento é bastante bom: 10-20 m3/ha, mas por má práctica de plantio houve dano por vento nos anos 1984, 1987 e 1989. Existem dois tipos fisionómicos: 1 com ramificação pesada e 1 com ramificação ligeira. A coleção de sementes é limitada ao último tipo. Esta espécie é tolerante ao vento salgado e à seca.